Terça-feira, 4 de Março de 2008

SOLIDÃO NA TERCEIRA IDADE: consequência do destino?

 
A solidão é um sentimento negativo que as pessoas experimentam quando se sentem sós, no meio da multidão.
A pessoa sente que não mantém relações afectivas satisfatórias com os outros, e considera que não tem ninguém para conviver.
Trata-se, efectivamente, de uma experiência subjectiva psicologicamente desagradável, caracterizada pela manutenção de relacionamentos interpessoais deficientes.
Em Portugal, estima-se que cerca de 19% da população idosa viva só e sem quaisquer apoios. Desta percentagem, apenas 10-14% refere sentir solidão. O sexo feminino é o mais afectado devido ao facto das mulheres terem uma maior esperança média de vida. Não obstante, estas conseguem manter-se autónomas durante mais tempo, quando comparadas com os homens.
A solidão é das queixas mais frequentes que os idosos manifestam, mas, segundo os autores, sabe-se que esta vai diminuindo com o avançar da idade (sendo mais sentida nas faixas etárias mais jovens).
Conforme alguns psicólogos, as pessoas que sentem solidão estão mais expostas a sofrer de doenças físicas e psíquicas, e o seu sistema imunológico torna-se mais propício à contracção de doenças crónicas. Sabe-se também que o risco morte das pessoas que vivem sozinhas é o dobro das que permanecem acompanhadas.
Há diversos factores que podem condicionar o sentimento de solidão. De entre eles destacam-se a aposentadoria, a viuvez, o síndrome de ninho vazio (sentimento de vazio sentido quando os filhos abandonam o lar para refazer a própria vida), a pobreza e a exclusão social.
A reforma trata-se de um acontecimento normativo que faz parte da vida de todas as pessoas. Pode ser vivida positiva ou negativamente. Neste último caso, a pessoa sente que deixa de contribuir positivamente para com a sociedade, vivendo alienado dos outros. Há uma espécie de corte com as relações sociais.
A viuvez deixa marcas indeléveis em qualquer pessoa que a experiencie. A perda do companheiro de uma vida traduz uma forte ruptura a nível pessoal e familiar. A pessoa passa a sentir-se mais só, vivendo numa esfera emocional negativa. É comum desenvolverem-se síndromes depressivos até ao elaborar do processo de luto.
A pobreza é fruto de uma sociedade industrializada adaptada aos mais jovens com poder de inovação e plasticidade neuronal. A solidão apresenta níveis mais elevados nas classes mais baixas, devido ao facto de haver interesses pouco específicos e uma baixa capacidade de ocupação em actividades de satisfação social. Estes sujeitos tendem também a viver em condições de maior precariedade, com poucas condições de habitabilidade e pensões de reforma bastante baixas que não lhes permitem dar aso às despesas que se fazem sentir.
Posto isto, importa combater a solidão, especialmente nas camadas mais anciãs.
O cuidado/apoio informal, o envelhecimento activo e não-marginalizado, uma melhor aceitação das perdas e o combate a um envelhecimento inócuo e solitário, são factores que permitem atenuar o sentimento de isolamento social, promovendo uma melhoria no bem-estar geral da população que reside na nossa sociedade.
:
Psicóloga às 13:45
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De mg_criacoes a 6 de Fevereiro de 2011 às 09:43
Quando pesquisava no google sobre psicologia, solidão e envelhecimento surgiu o seu blog com este post. Sou mestranda em gerontologia social e necessitava de bibliografia sobre este assunto. Será que me pode ajudar? Pode contactar-me através de galante.marisa@sapo.pt

Comentar post

Bem Vindos ao meu Blog

MyCuteGraphics.com - Cute Glitter Graphics

Acerca de mim

Contador de Visitas

Hospedagem de Sites
Contador de visitas grátis

Users Online

online

Agosto 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

Transtorno de Personalida...

Transtorno de Personalida...

RE-ENCAMINHAMENTO DE CONS...

MARCAÇÃO DE CONSULTAS

AFINAL QUAL É O PAPEL DO ...

tags

acompanhamento em momentos de crise

adolescência

ajuda psicológica

alcoolismo

amor

asperger

ausência do blog

bipolar

bullying

cleptomania

consultas de psicologia

depressão

depressão na terceira idade

dislexia

esquizofrenia

hiperactividade

luto patológico

neurose fóbica

obesidade

pedidos de ajuda

pedofilia

psicologia

psicoterapia

sexualidade

sociedade

terceira idade

transtornos de personalidade

tricotilomania

todas as tags

Caixinha de diálogo

links

Bom Dia para todos

MyCuteGraphics.com - Cute Glitter Graphics